Artistas na Aviação – António Palma

Mesmo a meio do século passado, no primeiro mês do Outono, numa cidade do Litoral de Portugal, sobejamente conhecida pela sua loiça, vim a este Mundo, herdando desde logo, quer por família – Pai e Tio, pilotos aviadores – quer por elemento do meu signo do Zodíaco Balança – o Ar – o gosto por tudo o que ande no Céu.

E por lá fiquei, sempre nas nuvens, a sonhar, mandrear e ficar apenas pelo antigo 5º ano do liceu.

Dom para as Artes, confesso que não tenho, mas desde muito cedo revelei algum jeito para o desenho, daí se ter começado a delinear o meu futuro profissional.

Desde 1970 fui Desenhador de Arquitectura. Primeiro, durante vinte anos, com lapiseiras, canetas e estirador e depois, nos últimos 20 anos, em computador – Autocad.

Entre 1971 e 1974, veio o serviço militar. Com a especialidade de Polícia Militar tive a oportunidade de executar alguns emblemas de CPM’s (Companhia de Policia Militar) e PPM’s (Pelotão de Polícia Militar) para o Ultramar.

Passado à disponibilidade, oito dias após o 25 de Abril, novas temas surgiram nos meus desenhos, com tendências para o esotérico, espírito Zen, posters, ficção científica, etc., período que durou até aos anos 80.

Com o casamento, filhos e profissão a absorver todo o meu tempo, os desenhos hibernaram, acordando nos fins dos anos 90 para ilustrar cenas do dia a dia do ambiente profissional e ainda, relativas à Aviação Ultraleve aonde eu dava os primeiros passos.

Dei colaboração em revistas, emblemas de curso, Raids, voltas aéreas e os inevitáveis desenhos tipo “O fotógrafo não estava lá…

Ilustrei igualmente manuais nos ramos de Fisioterapia e de Indústria Farmacêutica.

Hoje, reformado, piloto instrutor UL, tendo numa mão os comandos do avião e na outra, o lápis e o papel, vou, com algum jeito e imaginação, mantendo as duas actividades de que mais gosto: VOAR!…DESENHAR!…

[spacer height=”20px”]
António Palma

[spacer height=”20px”]

[foogallery id=”4794″]

[spacer height=”20px”]

Close Menu