Dia de Base Aberta no AM1 – Ovar

No passado dia 15 de Julho, um domingo e como já vem sendo um hábito, também neste ano de 2018, a Força Aérea Portuguesa abriu as portas do Aeródromo de Manobra Nº1 em Ovar/Maceda. O dia de base aberta do AM1 que acontece todos os anos tem sempre uma boa afluência de publico e entusiastas de aviação tendo contado nesta edição de 2018 com cerca de 5000 visitantes ao longo do dia.

Este tipo de eventos de carácter aeronáutico despertam sempre bastante interesse na população sendo de referir que na área do grande Porto e norte do pais este é o único aeródromo militar.

Por esse e outros motivos é de louvar que a Forca Aérea Portuguesa continue a apostar neste tipo de iniciativas de proximidade com a população em geral, promovendo assim as actividades deste importante ramo das forças armadas e cativando os potenciais interessados em ingressar na FAP.

Durante o evento a meteorologia esteve favorável, condição fundamental para o sucesso de um evento com estas características, de salientar também a presença da Escola de Aviação Nortávia e do Centro de Divulgação Aeronáutico que deram mais algum colorido a toda a envolvência do dia de base aberta.

É também importante salientar a presença de vários stands de artesanato e doçaria típica da região de Ovar, os quais trouxeram dinâmicas e ambiente festivo a um evento vocacionado também para a população em geral.

A Nortavia, a única escola de pilotos profissionais no norte do pais baseada no aeródromo de Vilar de Luz, marcou uma vez mais presença no evento com uma aeronave Cessna 172 da sua frota, a qual se fez acompanhar por alguns alunos e instrutores, de forma a divulgarem e promoverem um pouco mais sua actividade de formação de pilotos profissionais.

O Centro de Divulgação Aeronáutico, participou pela primeira vez no dia de base aberta. Marcou presença com os seus simuladores de voo e diverso material didáctico relacionado com a aviação. Os quatro simuladores de voo presentes numa sala exclusivamente para uso do CDA tiveram muita afluência durante todo o dia, miúdos e adultos, com mais ou menos experiência e conhecimentos de aviação foram uma presença constante e estiveram sempre acompanhados por pilotos de aviação real, do staff do CDA e ainda tiveram a oportunidade de ver vários vídeos de aviação, assistido a demonstrações e puderam aprender um pouco mais acerca do fascinante mundo da aviação.

As salas do Polo do Museu do Ar do AM1, estiveram com as portas abertas de forma a receber todos os interessados em conhecer o rico espólio museológico existente, o que a nosso ver é uma grande mais valia para o evento. Claro que as aeronaves de exposição estática do Museu do Ar não poderiam deixar de marcar presença, aviões como o Auster, T6 em fase de restauro, TA-7 P, Broussard, Chipmunk, T37, T38, Casa Aviocar, Cessna FTB, Alpha Jet e o emblemático Fiat G91 com a pintura do Tiger Meet foram alvo de muito interesse e muito fotografados.

Durante o dia, o público teve a oportunidade de ver voar quatro dos Chipmunks da Academia da Força Aérea, os quais fizeram várias passagens em formação e que deliciaram os amantes de aeronaves vintage e não só e proporcionando bons elementos visuais para as fotos dos entusiastas de fotografia presentes.

O Alouette 3 (19302) pertencente ao Destacamento de Busca e Salvamento da Esquadra 552 efetuou também um voo na área circundante do AM1, tendo sido a única operação do dia com uma aeronave de asa rotativa.

O F16 (15115) que esteve em exposição estática acabou por deixar Ovar rumo a Monte Real, mas antes de abandonar a vertical da pista do AM1 ainda fez várias passagens tendo na ultima delas, e em jeito de despedida, sobre a pista brindado o publico nortenho com um “aceno” de asas.

Pensamos que o ponto alto no que respeita a actividade aérea deste dia de Base Aberta tenha sido o facto de a FAP uma vez mais proporcionar aos visitantes e mediante um sorteio, vários voos de baptismo a bordo do C295 (16704).

Muitos dos visitantes desta infraestrutura militar tiveram a chance pela primeira vez de voar numa aeronave militar, e certamente para muitos jovens terá sido a sua primeira experiência de voo.

Como conclusão, este dia de base aberta no AM1, foi uma vez mais um êxito, um evento muito positivo, familiar e aberto a população em geral, esperemos que no próximo ano de 2019 a FAP consiga elevar um pouco mais a fasquia e que continue a fazer destes eventos um sucesso.

Pedro Ferreira. 21 de Julho de 2018. Fotografias por Pedro Ferreira

Nota Cavok.pt – O artigo publicado é da responsabilidade do seu autor e não compromete ou vincula o CAVOK.pt aos conteúdos, ideias ou intenções. O autor do artigo não recebe, nem irá receber qualquer compensação directa ou indirecta, referente à opinião expressa. O CAVOK.pt não interfere ou analisa o conteúdo pelas ideias, opiniões ou intenções mas apenas ajusta a formatação gráfica do mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *