APANT – Junho Newsletter 2018

Por ser de interesse para toda a comunidade do sector das aeronaves não tripuladas e não só, o CAVOK.pt publica a Newsletter de Junho de 2018 da APANTAssociação Portuguesa de Aeronaves Não Tripuladas.


A APANT participa no Portugal Air Summit 2018 no debate sobre os desafios das aeronaves não tripuladas

A segunda edição do Portugal Air Summit 2018 contou novamente com a participação da APANT, Associação Portuguesa de Aeronaves Não Tripuladas, que formou parte de um interessante painel no dia 24 de maio sobre a legislação e os novos desafios para Portugal do setor das aeronaves não tripuladas.

O Presidente da APANT, Gonçalo Matias, destacou o significativo desenvolvimento e impacto deste setor na sociedade. Transmitiu a importância de um apoio das Autoridades e organismos do Estado a este setor tendo em conta a importância económica deste setor que está a ser antecipada pelos profissionais e pela Comissão Europeia.

A APANT, como associação representativa do setor, está a desenvolver um intenso trabalho a nível nacional e internacional por forma a promover o desenvolvimento sustentável deste setor em Portugal.

SAIBA MAIS AQUI

A IATA participa no Portugal Air Summit 2018 com uma aposta forte na integração segura das aeronaves não tripuladas

A segunda edição do Portugal Air Summit 2018 contou com a participação da IATA, a International Air Transport Association, a maior organização internacional de linhas aéreas que veio falar das aeronaves não tripuladas com uma mensagem proativa no sentido da integração segura de este setor junto da tradicional aviação tripulada que a IATA representa desde a sua fundação em 1945.

Neste objetivo comum da integração e convivência segura de ambos setores a IATA reclama a necessidade de identificação de regras internacionais através de uma regulamentação clara que permita o desenvolvimento do conceito U-Space.

SAIBA MAIS AQUI

ALFARAGRI, empresa portuguesa à procura da eficácia e da eficiência na agricultura com a utilização de aeronaves não tripuladas

A APANT promoveu no Portugal Air Summit 2018 um painel dedicado às empresas portuguesas de sucesso na implementação de serviços com aeronaves não tripuladas (ANT). Este é o caso da ALFARAGRI, uma empresa dedicada à prestação de serviços de aplicação de produtos Fitofármacos por meio aéreo via Drone/UAV.

A ALFARAGRI aposta na eficiência e na eficácia da agricultura moderna sendo uma referência no mercado português da competitividade, produtividade, rentabilidade e sustentabilidade, com um claro impacto positivo em termos ambientais reduzindo o número de fertilizantes e ainda a otimização da quantidade e qualidade do trabalho dos agricultores.

SAIBA MAIS AQUI

EYE2MAP, empresa portuguesa com soluções geográficas para ambiente e engenharia com aeronaves não tripuladas

A Eye2Map, uma empresa dedicada à prestação de serviços de processamento de imagem e informação geográfica obtida por drone, avião ou satélite, recorrendo a recetores GNSS para navegação de veículos e georreferenciação precisa dos dados, participou no Portugal Air Summit 2018 no painel das empresas portuguesas de sucesso na implementação de serviços com aeronaves não tripuladas (ANT).

A Eye2Map apresentou várias aplicações resultantes da utilização desta tecnologia como a estimação de produção na floresta, a estimação de produção agricola, a digitalização vetorial de estruturas arqueológicas e os levantamentos topográficos com grande detalhe, feitos com drones para prospeção mineira.

SAIBA MAIS AQUI

DRONINSPECT, empresa portuguesa implementa uma nova abordagem para espaços confinados com aeronaves não tripuladas

Em 2017 nasceu a DRONINSPECT, um projeto dedicado às inspeções industriais com recurso a aeronaves não tripuladas. Pedro Carpinteiro, sócio da DRONINSPECT apresentou nesta segunda edição do Portugal Air Summit 2018 a nova abordagem para espaços confinados que pode ser realizada com sucesso graças à nova tecnológica das ANT.

A inspeção visual baseada em UAS (Unmanned Aircraft System) permite detetar danos óbvios, falhas e irregularidades nos espaços mais inacessíveis , espaços interiores complexos e estruturas verticais exteriores. As ANT permitem uma redução dos custos de operação e inspeção e um aumento da segurança dos trabalhadores através de soluções de inspeção flexíveis e rápidas.

SAIBA MAIS AQUI


José Rocha. 29 de Junho de 2018. Conforme notícia e imagens emanadas pela APANT.

Nota: Esta notícia contém links embebidos em palavras ou frases a bold, que reencaminham para outros sítios da web de interesse para o assunto tratado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *