“Stayin’ alive” – citações favoritas

“Stayin ‘Alive” é o nome de uma canção dos Bee Gees de 1977. Trata da vida na grande cidade e nos anos 80 as estações de rádio tocavam-na tanto tanto que fiquei completamente enjoado dela….e ainda dá o ar da sua graça ocasionalmente.

A canção bateu-me cá dentro recentemente ao pesquisar a origem da citação, “Qualquer aterragem que um piloto possa sair pelo próprio pé é uma boa aterragem.” (Foi escrito pela primeira vez por Gerald R. Massie em 1944 após ter escapado a aterragem acidentada do B-17 enquanto fotógrafo de serviço.)

Descobri esta expressão num sítio da internet chamado Grandes Citações da Aviação – Pilotagem, onde se podem encontrar um grande numero destas pérolas. Analisadas em conjunto, dão uma boa ideia do que realmente é voar.

Acima de tudo trata-se de “permanecer vivo”, “Stayin ‘Alive”. Decidi portanto, compilar-vos algumas das minhas favoritas. Elas falam por si:

Livrem-se da ideia primária de que o avião é apenas um de automóvel voador. Não é. Pode fazer barulho como um carro e até cheirar como um, pode até o seu interior ter sido decorado para parecer um, mas a diferença é – o avião tem asas para se deslocar. ” – Wolfgang Langewiesche, primeiras palavras de Stick and Rudder: An Explanation of the Art of Flying, 1944.

Meu primeiro choque surgiu quando eu peguei no manche. “A coisa” tentou morder a própria cauda. A próxima surpresa que tive foi quando estava a aterrar, perdeu a sustentação aos cento e dez nós.” – Jimmy Haizlip, comentando sobre seu único vôo no Gee Bee.

Do ponto de vista da segurança, em nossa opinião, uma das coisas que nós procuramos atingir aquando do projecto inicial será que ao piloto cabe toda a decisão final no controlo da aeronave. Não há nenhum equipamento no avião em que ele não se possa sobrepor ou desligar na altura da derradeira decisão. Em qualquer um dos nossos equipamentos, não inibimos isso na totalidade. Tornamos até isso difícil, pois se algo no avião se comporta de forma inadequada, o piloto pode dizer “isto está errado!” e sobrepor-se ao equipamento. Essa é uma diferença fundamental na filosofia que temos versus alguns concorrentes. ” –  John Cashman, ex-chefe piloto de testes, Boeing 777.

Grandes pilotos não nascem, fazem-se!… Um homem pode ter boa visão, mãos sensíveis e perfeita coordenação, mas o resultado final é apenas conseguido por treino constante, muita prática e experiência” – Vice-Marechal J. E. “Johnnie” Johnson, RAF.

Eu voei em quase tudo, com todos os tipos de pilotos e em todas as partes do mundo – britânicos, franceses, paquistaneses, iranianos, japoneses, chineses – e não havia qualquer diferença mínima entre qualquer um deles, excepto uma imutável característica: o melhor e mais hábil piloto era aquele com mais experiência” – General Chuck Yeager.

Um aviador que diz que nunca se assustou a pilotar um avião, suspeito que estará a mentir.” – Louise Thaden.

Se está a perante uma aterragem forçada, então deve voar a aeronave para tão longe do acidente quanto possível.” – Bob Hoover.

Os erros são inevitáveis na aviação, especialmente quando ainda se estão a  aprender coisas novas. O truque é não cometer o erro que te irá matar. ” – Stephen Coonts, aviador naval e escritor.

É quando as coisas estão a ir muito bem que o melhor é desconfiar. Lá estás tu, gordo como sempre. O universo é teu e tu és a resposta às orações dos irmãos Wright. Diz para ti próprio, nada pode correr mal!…todos os meus pecados serão perdoados!! Mas o melhor é não acreditar! ” – Ernest K. Gann, conselho do “Old pelican“, The Black Watch, 1989.

Prepare-se para o desconhecido, inesperado e inconcebível… após 50 anos de voo ainda estou a aprender cada vez que eu vou voar.” – Gene Cernan, último homem a andar na lua.

Temos de estar sempre à espera que as coisas corram mal. Precisamos sempre de nos preparar para lidar com o inesperado.” – Neil Armstrong, filme de 2005 Magnificent Desolation: Walking On The Moon.

Eu gostei muito de voar. Foi lá onde eu aprendi ter a disciplina. Para ter a liberdade de voar temos deve ter a disciplina. Disciplina evita acidentes.” – Capitão John Cook, Comandante Instrutor do Concorde da British Airways.

Se está farto de voar, então os seus padrões são muito baixos.” – Lauran Paine Jr., artigo na Sport Aviation, Junho de 2014.

Voar dentro de nuvens requer prática, mesmo que tenha os instrumentos mais modernos, e a menos que mantenhamos a calma e concentração vai ter problemas depois de ter entrado, mesmo por alguns minutos, numa nuvem realmente espessa. Nos primeiros dias da aviação em 1912 para ser mais concreto, eu emergi duma nuvem de cabeça para baixo, vinha totalmente desorientado pois não sabia como estabilizar de novo a direito. Eu, de qualquer forma lá descobri uma maneira ou não estaria a escrever isto. ” – Charles Rumney Samson, um vôo ida e volta do Cairo para Cape Town, 1931.

Não há nenhuma razão para voar através de uma tempestade em tempo de paz.” – Placa afixada sobre a mesa de Operações da Esquadra em Davis-Monthan AFB, Arizona, 1970.

Não há nenhuma razão para voar dentro de uma tempestade.” – Placa afixada sobre a mesa de Operações da Udorn RTAFB, Tailândia, 1970.

E que outras expressões ou citações acrescentaria o leitor CAVOK.pt a esta lista?

José rocha, tradução e adaptação. 04 de Fevereiro de 2017. Texto original Dan Littmann. As fotos deste artigo são meramente ilustrativas por Shwetha Shankar, Ray Hennessy, Byron Sterk e Annie Spratt. Artigo original AIR FACTS JOURNAL AQUI.

One comment

  • Hugo P.

    Bom tema e bom artigo.
    Existe uma expressão que me tem guiado nestes meus poucos anos de aviação:
    vale mais estar em terra e desejar estar a voar do que estar a voar e ansiar aterrar.
    É mais ou menos assim. não sei quem a escreveu, desculpem.
    Obrigado pelo vosso trabalho e bons voos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *